FINAL DE SEMANA NA SERRA CATARINENSE

Mirante Serra do Rio do Rastro-SC



Desta vez nem precisei fazer o roteiro. Segui as dicas do excelente blog  Meus Roteiros de Viagem. Agradeço ao querido Diego Minotto pela atenção.

Confesso que foi uma viagem muito corrida, passaria muitos dias viajando pela Serra Catarinense que possui paisagem deslumbrante. Aliás, o ideal é você chegar em Florianópolis um dia antes e viajar no dia seguinte bem cedo.


Esta viagem contou com alguns perrengues, primeiro foi a alteração do horário do voo (que saiu de São Paulo) para mais tarde e depois com a locadora  de carro que havia contratado.
Locação do carro: Por uma série de fatores, não nos sentimos confortáveis em ficar com o carro oferecido pela locadora. Enquanto meu marido cancelava o cartão de crédito que já havia passado, eu voltei ao aeroporto para tentar alugar um carro e para minha surpresa nenhuma locadora tinha carro no momento. E agora? *rs* Viagem com emoção é muito melhor!

Um anjo de uma das locadoras do aeroporto nos ajudou, conversei com ele, prontamente ligou para uma locadora regional e em dez minutos estávamos motorizados. A empresa é a Marauto, atendimento excelente, profissional e com preço honesto. Fica a dica.

Como toda grande cidade, Florianópolis também tem tráfego intenso nas estradas nos finais de semana. Decidimos fazer o percurso maior em nosso primeiro dia. Há anos que pretendo conhecer a Serra do Rastro e nesta viagem estava a grande oportunidade.

Para viajar pela Serra Catarinense é preciso estar de carro e as distâncias são longas.

Primeiro dia de Florianópolis para Urubici

De Florianópolis a Tubarão - 144 km pela BR 101. A estrada está ótima e sem pedágio.
De Tubarão (via Serra do Rio do Rastro) a Urubici - 188 km, até São Joaquim pela SC 438, de São Joaquim para Urubici SC 430. Estrada boa e sem pedágio.
Rodamos um pouco mais, pois fomos até São Joaquim e depois para Urubici.

Caminho para Tubarão-SC
Antes de chegar em  Tubarão pegamos a SC 438, sentido Rio do Rastro. Passamos por Gravatal, Braço do Norte, São Ludgero, Orleans e Lauro Müller. Pequenas e lindas cidades que merecem ser visitadas, lamentamos a falta de tempo.

No caminho
Na SC 438, já na cidade de  Lauro Müller, avistamos um alambique e decidimos parar. Foi uma delícia prosear com o Sr Tarcísio Godinho, proprietário do alambique. Segundo meu marido, a cachaça Cafundó da Serra é muito boa.

Alambique
Reginaldo e Sr Tarcísio
Cachaça Cafundó da Serra

Serra do Rastro

Liga a cidade de Lauro Müller (baixo) com Bom Jardim da Serra (alto). São 12 km de muitas curvas, a estrada é asfaltada e está em bom estado. Dois caminhões não passam na mesma curva, é preciso que um aguarde a passagem do outro. Há  respeito e cuidado entre os motoristas. A serra é de uma beleza impar, é possível parar em alguns pontos para admirar e registrar o momento. Há iluminação a noite na estrada , energia gerada por um parque eólico que fica no topo da serra.

Turbinas eólicas Serra do Rio do Rastro-SC
Subindo Serra do Rio do Rastro-SC
Passagem entre caminhões nas curvas - Serra do Rio do Rastro-SC
No topo há um mirante com lojas, café e quatis. Isto mesmo, muitos quatis. Apesar do aviso para não alimentar os animais, há turistas que o fazem.


Serra do Rio do Rastro-SC
Serra do Rio do Rastro-SC
Após apreciar a paisagem e com um friozinho, nada melhor do que tomar um café ou um chocolate quente. No Café Mensageiro da Montanha o café é bom e barato.

Café Mensageiro da Montanha - Mirante Serra do Rio do Rastro-SC
Por indicação do Diego e da minha amiga Malú agendei uma visita à vinícola Villa Francioni,  só que não conseguimos chegar no horário. Sentimos, pois nos disseram que a vinícola é linda. Não deixe de ir. Infelizmente com pouco tempo, temos que fazer escolhas
.
No caminho para São Joaquim está a Churrascaria Cascata da Serra, indicação do Diego. Paramos para conhecer, mas já estava fechada. O restaurante é bonito com uma bela vista para a cascata.

Cascata que fica atrás da Churrascaria Cascata da Serra

São Joaquim-SC

A cidade é conhecida pelo frio mas não tem charme algum. A visita foi rápida.

Igreja Matriz de São Joaquim-SC
Na entrada da cidade há a Sanjo que é uma cooperativa agrícola que produz maçãs Gala e Fuji, também tem uma vinícola que produz vinhos e espumantes. É interessante visitar a loja e conhecer seus produtos.

Urubici-SC

A cidade é interessante, pois surgiu da união de dois bairros distantes e acabou ficando longa, mas também não tem charme. Por se tratar de uma cidade serrana , imaginei ser um lugar encantador. A beleza está na natureza e nas casas de madeiras coloridas das estradas, aliás fiquei impressionada com a zona rural, é tudo organizado e gramado, até parece uma pintura.

Após tantas horas na estrada, chegar em um lugar aconchegante é essencial. A Serra Bela Hospedaria Rural é ótima, limpa, agradável e com atendimento maravilhoso.

Nos hospedamos no quarto mais simples e não há risco de passar frio. Tem lareira, aquecedor no quarto e no banheiro e lençol térmico. Diária -R$ 273,00 com excelente café da manhã.
Faça sua reserva de hospedagem no Booking pela página do blog. Você não pagará nada a mais.

Já que a cidade não tem muito a oferecer, é fundamental hospedar-se em uma boa pousada/hotel.

Serra Bela Hospedaria Rural - Urubici-SC
Vista do quarto - Serra Bela Hospedaria Rural
Serra Bela Hospedaria Rural - Urubici-SC
Serra Bela Hospedaria Rural - Urubici-SC
Serra Bela Hospedaria Rural- Urubici-SC
Café da manhã - Serra Bela Hospedaria Rural
Segundo dia
Vamos conhecer Urubici?

Cascata Véu da Noiva - Rodovia SC-439, caminho para Morro da Igreja. Fone: 49 3278-5258
Entrada: R$ 3,00
Cachoeira Véu da Noiva - Urubici-SC
Morro da Igreja - Rodovia SC-439, entrar à direita na Estrada Geral do Morro da Igreja. Há placa sinalizando. Entrada: gratuita

Está no Parque Nacional de São Joaquim e fica a 1822 metros de altitude. Apesar de ser considerado o ponto mais frio do Brasil, nós só vimos uns gelinhos.

Quando chegamos não dava para enxergar nada, o tempo nublou e ficamos literalmente nas nuvens. Esperamos e conseguimos avistar a Pedra Furada, que é o cartão postal de Urubici. Note que no centro do "furo" pode-se ver algumas pessoas que faziam uma das opções de trilhas da região!

Pedra Furada - cartão postal de Urubici-SC
Morro da Igreja - Urubici-SC
Morro da Igreja - Urubici-SC
Geada no Morro da Igreja

Serra do Corvo Branco (1.460 m) - Rodovia SC 439 - Liga a cidade de Urubici a Grão-Pará. O cenário é majestoso.

Serra do Corvo Branco- Urubici-SC
Serra do Corvo Branco- Urubici-SC
Serra do Corvo Branco- Urubici-SC

Serra do Corvo Branco- Urubici-SC

Serra do Corvo Branco- Urubici-SC

Serra do Corvo Branco- Urubici-SC

No caminho, construção interessante.



Impressionante como tudo é organizado e limpo. Adorei.


Hora do almoço - Paradouro Santo Antonio (Rod SC 370, n. 3500 - Fone 48 3278-4005). Excelente carne com buffet à vontade. Despesa por pessoa + - R$ 60,00.

Paradouro Santo Antonio - Urubici-SC

Visita ao centro de Urubici-SC, cidade vazia. As poucas pessoas nas ruas, são turistas.

Igreja Matriz de Urubici - Nossa Senhora Mãe dos Homens
Igreja Matriz de Urubici - Nossa Senhora Mãe dos Homens

Em frente à igreja: criança passeia a cavalo



Cascata do Avencal (100 m) - Rodovia SC 430 , caminho para São Joaquim. É possível conhecer a parte de cima da cascata. Entrada: R$ 3,00

Decidimos conhecer a Cascata do Avencal pela parte baixa, há uma pequena trilha entre pedras: ida e volta 40 minutos, fácil. Entrada: gratuita.

Cascata do Avencal
Cascata do Avencal
Estava muito frio e decidimos jantar no hotel. Pedimos uma sopa de agnoli que estava divina. A sobremesa foi uma torta de limão "dos deuses", a melhor que já comi.

Serra Bela Hospedaria Rural

Terceiro dia


Morro Campestre (1.380 m)  Rodovia SC-439  - Entrada- R$ 2,00. É possível subir de carro e como a estrada estava boa, fomos até o topo. Depois foi só caminhar por 10 minutos. A vista é de emocionar!!!!


Morro do Campestre- Urubici-SC

Morro do Campestre- Urubici-SC
Morro do Campestre- Urubici-SC
Morro do Campestre- Urubici-SC
Morro do Campestre- Urubici-SC
Subir ao Morro do Campestre foi um presente, o silêncio misturado ao vento e ao sol, a vista do Vale do Rio Canoas, enfim o sentimento de gratidão é enorme.Obrigada.

Morro do Campestre- Urubici-SC


Cavernas Rio dos Bugres - Rodovia SC-439 Entrada: R$ 3,00

O interessante é conhecer a história dos "bugres" que costumavam escavar as covas para habitarem. No local não há placas com a história, nem um guia para contá-la e muito menos um folder. Caso queira alguma informação terá que pedir ao proprietário Sr Alcione. Não há estrutura mínima para receber o turista.



Momento de partir

De Urubici a Florianópolis - 160 km, SC-282 estrada boa, com obras em alguns trechos e sem pedágio.

Passamos pela cidade de Bom Retiro e ao chegar à Rodovia SC-282 paramos para almoçar no recém-inaugurado restaurante Casa Garlasco - 49 9944-1730. Lugar simples com comida saborosa. Comemos um pastel de banana com leite condensado huumm!!

No caminho para Florianópolis, paramos na cidade de Rancho Queimado só para conhecer. Cidade bonitinha e que tem o famoso Café Colonial Kaffehaus.

Rancho Queimado - SC
Rancho Queimado - SC
Tarde de domingo, havia um tráfego intenso na SC-282 além da chuva, mas chegamos no aeroporto de Florianópolis com tempo de sobra.
Mais uma linda viagem e voltaremos com mais tempo.

3 comentários

  1. Lindas fotos, legal esse pique de vocês de viajar bastante, nós também viajamos muito, eu amo viajarrrrrrrrr.
    Parabéns e boa sorte com o blog.
    Abs
    Damares

    ResponderExcluir