2 LINDOS DIAS EM MONTEVIDÉU



Montevidéu é banhada pelo Rio da Prata que mais parece um mar, é uma cidade super agradável e oferece o melhor para o visitante que é a simpatia do seu povo.

Nós gostamos muito, passeamos tranquilamente, é seguro, os restaurantes são ótimos, circulamos bem de ônibus. Em dois dias conseguimos conhecer um pouco da cidade. Eu ficaria tranquilamente mais alguns dias.


Chegamos bem cedo em Montevidéu. O aeroporto é ótimo, tudo foi rápido: imigração, retirada das bagagens, câmbio (tivemos que trocar um pouco $  para pagar a condução).

Como pagamos nossas despesas no Uruguai

Dinheiro para despesas diversas - Em Montevidéu o Real é bem aceito. No centro (Avenida 18 Julio) trocamos um Real por 8,10 pesos e  na mesma avenida encontramos por 8,35 pesos. Portanto pesquise.
Restaurantes -  Pagamos com cartão de crédito Visa, pois há desconto 18,4% (IVA) na conta. Mesmo pagando IOF vale a pena. Com Mastercard o desconto virá na fatura.
Hotéis - pagamos em dólares, pois todos são cobrados nesta moeda.

Van no aeroporto
Há somente uma loja para comprar o traslado, portato não há concorrência.
É mais barato que táxi, é bem confortável e rápido. Custou 300 pesos (pagamos com $ que trocamos no aeroporto, câmbio horrível R$ 7,15), portanto saiu R$ 41,95 por pessoa.
Seguimos para o hotel conversando com o simpático motorista, que nos contou algumas histórias do Uruguai e de suas viagens pelo Brasil.

Palm Beach Plaza Hotel
O hotel está muito bem localizado, fica no bairro de Pocitos. Gostamos demais desta região que é bem bonita e tem muitos restaurantes.
Chegamos por volta das 9h,  fomos bem recepcionados e pudemos entrar no quarto (check in a partir das 14h). A recepcionista já ofereceu um mapa e marcou para nós os lugares interessantes, nos deu todas as coordenadas.  Também providenciou a reserva das passagens de ônibus para Colonia do Sacramento. Tudo perfeito!

Palm Beach é um hotel pequeno com um ótimo quarto e banheiro. O único "senão" foi o carpete, fujo de hotéis com carpete. O quarto não tinha nenhum cheiro. O café da manhã é muito bom e o atendimento bem simpático. Tem Wi-Fi que funciona perfeitamente.
A reserva eu fiz pelo Booking US$ 78 a diária.
Faça sua reserva de hospedagem no Booking pela página do blog. Você não pagará nada a mais.

Palm Beach Plaza Hotel - Montevidéu
Palm Beach Plaza Hotel - Montevidéu

Primeiro dia
Reservamos este dia para conhecer o Centro Histórico. O dia estava lindo e fresquinho, mas logo esquentou e nós com a mala cheia de casacos *r*.
Do hotel pegamos um ônibus (24 pesos = R$ 3,00 por pessoa). No ônibus entrou um artista de rua que tocou violão e cantou lindamente, já foi um ótimo começo.

Paramos próximo à Prefeitura (Intendência) e subimos no Mirador Panorámico. Retirar tíquete gratuito no Posto de Informação Turística localizado na frente da Prefeitura.

De lá você tem uma linda vista da cidade e há fotos de alguns prédios e suas histórias.  Só que venta demais! Eu que já estava gripada, piorei bem.

Mirador Panoramico - Montevidéu

Daí caminhamos pela Avenida 18 de Julio, que é a principal avenida do centro. Você vai admirando algumas bonitas e conservadas construções e outras nem tanto.

Avenida 18 Julio - vista do Mirador Panorâmico
Prédio na Avenida 18 de Julio - Montevidéu
Prédio na Avenida 18 de Julio - Montevidéu

A Avenida 18 de Julio leva à Plaza Independencia  que une a Cidade Velha com a Nova Cidade, onde fica a Torre Executiva Presidência (2009), Palácio Salvo (1922) e outros importantes prédios. O monumento é ao herói José Gervasio Artigas.

Plaza Independencia - Montevidéu
Torre Executiva Presidência - Montevidéu
Palácio Salvo - Montevidéu
Próximo fica o Teatro Solis que foi inaugurado em 1856. Fizemos a visita guiada em espanhol que custou 20 pesos (R$ 2,50). Em português custa o dobro. É bonito, bem cuidado, mas não encheu os olhos comparado aos Teatros de São Paulo e Rio.

Teatro Solis - Montevidéu
Teatro Solis - Montevidéu

Na Plaza Independencia começa o Centro Histórico da Cidade Velha que é muito bonito, vale a pena caminhar com calma e admirar os prédios históricos.

Estrutura da porta entrada para fortaleza - Cidade Velha
Cidade Velha - Montevidéu

Mercado del Puerto, inaugurado em 1868, foi o maior mercado da América do Sul. Hoje é um centro gastronômico. Lá nos deliciamos no Restaurante  El Palenque com seus assados em grelhas inclinadas. Pretendíamos sentar no balcão, mas estava muito quente, fomos para a mesa e lá saboreamos uma deliciosa refeição.

Restaurante El Palenque - Montevidéu

Entenda o que são cubiertos
É uma prática adotada no país, nos restaurantes são cobrados talheres, toalha, copos... Cada restaurante cobra um valor (Por exemplo: o El Palenque cobra 110 pesos por pessoa = R$ 14,00). Além desta taxa, há ainda o serviço que não vem na conta, mas que o garçom aguarda, geralmente 10%. Fomos muito bem atendidos em todos os restaurantes. A água custa quase R$ 10,00 e por aí vai.
Portanto, meu amigo(a), comer no Uruguai não é barato.
Nas lanchonetes não se cobram cubiertos.

Ainda na Cidade Velha,  tomamos um cafezinho no charmoso Sin Pretensiones.

Sin Pretensiones  Café - Montevidéu

O jantar foi no simpático Restaurante El Viejo y Querido, a comida é ótima. Foi uma noite muito agradável.

Restaurante El Viejo y Querido - Montevidéu
Ao sair do restaurante, escutamos um batuque e fomos na direção. Encontramos um grupo de jovens tocando e dançando o candombe, que é uma dança com origem africana, é um gingado que lembra o samba ao som de atabaques. Desfilaram por algumas ruas do bairro. Foi um presente, pois eu queria muito conhecer este ritmo. (as fotos ficaram horríveis)

Segundo dia

Dia ensolarado e quente, caminhamos pela Rambla (avenida que fica na orla do Rio de La Plata).



Seguimos até o Parque Rodo. É uma bela caminhada (é bonito e longe).

Caminho para o Parque Rodo
Parque Rodo - Montevideú
Parque Rodo - Montevideú
Voltamos pela Avenida 21 de Setiembre até o Parque Zosé Zorrilla de San Martín (Bairro Punta Carretas). Lá acontece aos sábados e terças a Feira de Villa Biarritz que vende roupas, artesanatos, coisas para casa, frutas, verduras e outros produtos. Passeamos por lá, mas não compramos nada. Achei tudo caro *r*.

Feira de Villa Biarritz - Montevidéu
Nosso almoço foi no Tranquilo Bar (21 de Setiembre, 3000 - Pocitos), lugar simples, mas foi a melhor milanesa que já comi: fininha e sequinha. Não cobra cubiertos,  não tem nem toalha de papel (veja abaixo).

Tranquilo Bar - Montevidéu
Fazendo um parênteses,  eu amo planejar uma viagem, mas no planejamento não há tempo para doença. Fiquei muito gripada, com tosse, dor de garganta e precisei muito descansar um pouco. Como é bom um soninho após o almoço. Acordei bem melhor e fomos nos deliciar com o entardecer.

Entardecer em Pocitos - Montevidéu


Entardecer em Pocitos - Montevidéu

O jantar foi no La Mandolina, lugar simpático e boa comida. Mais uma noite muito agradável e vontade zero de ir embora.

Restaurante La Mandolina - Montevidéu
No domingo acordamos cedo, para ir à Colonia do Sacramento. Pegamos um táxi (150 pesos = R$ 19,00) até o Terminal Tres Cruces.
Veja o amanhecer. Dá vontade de ir embora?

Amanhecer em Montevidéu

O Terminal Tres Cruces fica dentro de um shopping, achamos organizado e limpo. Viajamos com a empresa COT, que foi ótima. Ônibus limpo, novo, com ar condicionado e Wi-Fi.
Tempo entre Montevidéu - Colonia - aproximadamente 3 h
Atenção: super pontuais


Terminal Tres Cruces - Montevidéu

Até breve Montevidéu!

De Montevidéu seguimos para Colonia do Sacramento.

FECHANDO AS CONTAS:
2 diárias Palm Beach=>R$ 499,20
Alimentação (almoço/jantar/cafés)=> + - R$ 516,00
Ônibus/ Táxi / Van aeroporto => R$ 115,00
Ônibus Montevidéu /Colônia => R$ 75,00
Total : R$ 1.205,20




Um comentário