CHILE: UMA LINDA VIAGEM POR SANTIAGO, PÚCON E PUERTO VARAS



Vista das Cordilheiras do Avião
 

CHILE


Foi nossa primeira viagem ao Chile e adoramos.

Chegamos a Santiago em uma tarde linda. Eu havia estudado o mapa da cidade, saímos do aeroporto e eu vi um ônibus com o letreiro CENTRO e disse para meu marido vamos pegar este . Imagina a cena, nós com duas malas de viagem em ônibus de linha urbana que circulava  por bairros da periferia de Santiago. Depois de quase uma hora, chegamos a uma estação do metro no centro da cidade. Seguimos de  metro até a estação Providencia. Saímos do metro com as malas nas costas, pois não havia escada rolante, muito menos elevador, a saída do metro era na Avenida Providencia, só que no número 2 e o hotel ficava no número 5000 . Meu marido sugeriu pegarmos um táxi, eu disse que não precisava , pois estávamos próximo, mostrei até o  mapa kkkk. Conclusão: as malas chegaram sem rodinhas no hotel, meu marido  espumava de raiva, e eu reconheci que o traslado do aeroporto para o destino não pode ficar no improviso!!!! Com um pouco de exagero, mas a história foi quase esta. 


Havia feito reserva para uma noite no hotel,  pois no dia seguinte partiríamos para a Região dos Lagos.

O hotel era limpo, mas ruim. Esta foi a segunda vez que fiquei decepcionada em eleger um hotel pela internet, pois as fotos do site deram outra impressão. Hoje, eu sempre consulto o Tripadvisor que é um site onde você tem opiniões dos hóspedes sobre os hotéis, restaurantes, passeios...


Cerro San Cristobal 


No dia seguinte, fomos passear pela cidade pelas lindas e limpas avenidas e visitamos o Cerro San Cristobal.

Tínhamos planejado ir de ônibus até a cidade de Temuco, mais ao Sul, e alugar um carro para viajarmos pela Região dos Lagos. Entramos em uma loja da Lan Chile e fizemos a reserva da locação do carro para retirar em Temuco. Fomos à rodoviária e compramos as passagens. À noite, quando chegamos à rodoviária, ficamos assustados com tanta gente, eram férias escolares, dá para imaginar? 

Para nossa surpresa, o ônibus era excelente e a poltrona era uma cama, com direito a serviço de bordo.


Ao entrarmos no ônibus informamos ao “rodomoço” que iríamos descer em Temuco. Dormimos tranquilos e o “moço” esqueceu kkkk. O ônibus parou na estrada e o “rodomoço” atravessou a pista e  nos colocou em um microônibus lotado de trabalhadores chilenos para nos levar a Temuco. Ainda bem, que não estávamos muito longe. O microônibus nos deixou na entrada da cidade. Paramos um táxi e enquanto o taxista colocava as bagagens no porta-malas, um casal entrou no carro também. Ficamos olhando assustados, porém conversamos com o casal e descobrimos que lá existe o táxi compartilhado.

O funcionário da locadora já estava nos esperando e seguimos para Pucón, que é uma cidade encantadora e charmosa. Lugar lindinho para namorar, caminhar, comer bem e se aventurar. A cidade estava lotada, mas conseguimos um hotel no centro, sem charme, mas honesto.

Na praia de areia e pedra vulcânica


Vimos que havia um passeio para subir no vulcão Villarica e decidimos fazê-lo. Entramos em uma agência de turismo onde o atendente aconselhou a não fazermos o passeio, pois era muito difícil e só faltou chamar a gente de “acabado”kkkk. Passamos em outra agência e o discurso foi o mesmo. Até que nos afastamos do centro e encontramos uma  empresa que oferecia o passeio e tinha umas fotos lindas, com o vulcão em erupção. Foram super simpáticos, nos explicaram sobre o passeio,  que seria fornecida a roupa e botas com grampos. Fechamos. No outro dia, às 7h estávamos lá. Nós e um grupo de jovens israelitas que nos olharam com indiferença. No mínimo pensaram que nós iríamos atrapalhar o passeio. Nada disso, seguimos subindo na neve por três horas e dois jovens ficaram para trás. 

Achei que não iria ver o vulcão em erupção, que isto estava somente nas fotos da agência de turismo. Mas não é que o vulcão estava furioso com suas lavas vermelhas nos saudando. Foi magnífico!  Aconselho as pessoas que tiverem disposição, fazerem este passeio. A volta é muito engraçada, pois você desce por um corredor formado na neve, tipo escorregador e o cajado é o freio. 

É o máximo.! Nos divertimos muito. Os guias foram super atenciosos e ainda quando chegamos à cidade no final da tarde,  nos convidaram para tomar cerveja e rimos muito. “Gente boa” estes chilenos.

Vulcão Villarica


Vulcão Villarica


Descida do Vulcão Villarica


De Pucón seguimos para Puerto Varas, nada de especial. Decidimos fazer um passeio de carro contornando o Lago Llanquihue, passando por Frutillar, uma linda cidade que se destacou entre outras. Paramos para almoçar em um restaurante com uma vista espetacular do Vulcão Osorno. Na volta, entramos em uma praia do lago e estacionamos ao lado de um carro onde um casal já se encontrava tomando sol, porém o marido tentando estacionar melhor, acabou por atolar o carro, e aí?

Aí, nós aprendemos da onde vem o termo “dar uma de migué”, pois havia um senhor deitado que fingia não ver nossa aflição kkkk, até que a esposa veio nos perguntar se precisávamos de ajuda. Dissemos que sim e ela chamou: Miguel, Miguel.... E ele, muito contrariado e com a barriga tão grande que foi difícil para levantar, deu um assovio e gritou: ninõs!!!! Surgiu um bando de crianças, filhos do casal, que não sabemos como couberam no carro deles que era muito menor que o nosso. Porém graças à ajuda dessa família, é que conseguimos retornar a Puerto Varas.

Resolvemos encurtar nossa estada em Puerto Varas e ficar mais um dia em Pucón e assim o fizemos. 

De lá seguimos para Temuco, entregamos o carro alugado e seguimos para Santiago de ônibus.

Ficamos em Santiago três dias e visitamos os pontos turísticos. De tanto caminhar pela cidade, presenciamos um treinamento que é feito com os bombeiros “voluntários”, isto mesmo, cidadãos  que são treinados para atuarem em momentos de emergência.

Em Santiago, alugamos um carro e fomos visitar a Vinícola Concho y Toro. 

Vinícola Concho y Toro


Foram dez dias maravilhosos!

2 comentários

  1. Adorei o site de vocês! Estarei sempre por aqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thamara muito obrigado pela visita. Venha mais vezes. Abraços

      Excluir