Páginas

Para nós viajar é descobrir culturas, pessoas, sabores, cheiros, paisagens, hospedagens, restaurantes,
lugares, amores. Adoramos compartilhar estas descobertas.
Esperamos que nossas dicas possam ajudar vocês na elaboração da sua viagem.

sábado, 19 de novembro de 2016

SÃO PAULO - MUSEU AFRO BRASIL

Visitamos o  interessante Museu Afro Brasil que fica no Parque do Ibirapuera no Pavilhão Manoel da Nóbrega .





O acervo aborda diversos temas culturais africanos e afro-brasileiros e sua influência na construção da nossa sociedade.



Mi Si Gbè - Kifouli Dossou - detalhes


É bem rico e exige  tempo para conhecê-lo. Há muita informação e várias peças em exposição, fica difícil seguir um roteiro de visitação o que pode ser amenizado através de uma visita mediada.

Quando visitei o Museu em 2013, eu "colei" em um grupo que tinha um monitor e foi maravilhoso. Em aproximadamente uma hora o monitor fez uma excelente apresentação sobre as principais atrações do museu.

Antes de ir, planeje e  visite o site que tem muita informação.






Até 8 de janeiro de 2017 o Museu Afro Brasil apresenta a exposição "Portugal Portugueses - Arte Contemporânea" que reúne os principais artistas portugueses da atualidade.

Woman with Chorizos - Michael de Brito

"Coração Independente Vermelho" - Joana Vasconcelos

Looking back - Helena Almeida

FICA A DICA

Endereço: Parque do Ibirapuera, portão 10 Fone: 55 11 3320 8900 
Estacionamento: no parque, é necessário utilizar zona azul
Horários: terça a domingo, das 10 às 17h com permanência até às 18h
Entrada: R$ 6,00 e gratuito aos sábados. Confira a política de gratuidade no site.
Serviços:
- é possível agendar visitas mediada para grupos
- acesso e sanitário para portadores de deficiência física



terça-feira, 8 de novembro de 2016

3 DIAS EM ILHABELA.

Gostamos muito da Ilhabela, mas não visitamos com frequência.

Desta vez fomos convidados para conhecer uma hospedagem e aproveitamos para visitar um lado da ilha que não conhecíamos.




Como Chegar

Da cidade de São Paulo levamos 3 horas até São Sebastião pela Rodovia dos Tamoios.
Nota: Viajamos na quinta-feira.

Se tem algo que me incomoda são os pedágios, um atrás do outro. Ida e volta - R$ 39,20.

Pela primeira vez tivemos que aguardar quase 2 horas para fazer a travessia da balsa.
Ida e volta - R$ 25,30.

Realmente é bem desgastante, ainda mais com o calor que estava.  Depois ficamos sabendo que os funcionários estavam em operação tartaruga devido a problemas com pagamento de salário.

Fila da balsa

Em finais de semana, férias, feriados, vale a pena reservar um horário para fazer a travessia no site da Dersa.


Hospedagem

Ficamos na Casa 658, que é uma hospedagem localizada no Morro de Santa Tereza. Os proprietários alugam pelo Airbnb duas charmosas suítes. Nós gostamos muito!
Veja  aqui.


Nossos dias em Ilhabela

1o. dia - quinta-feira
Saímos de São Paulo às 7 h e cruzamos bem a cidade. As estradas estavam tranquilas. Na Rodovia dos Tamoios paramos na Fazenda da Comadre para um lanchinho: pão com linguiça às 9h da manhã. Confesso que estava uma delícia!

Essa paradinha foi providencial, pois em virtude espera para entrar na balsa, acabamos chegando na hospedagem por volta das 13h.

Casa 658


Este perrengue foi compensado quando vimos a linda vista do nosso quarto!

Vista de nosso quarto na Casa 658


O almoço foi no Restaurante Cheiro Verde, que fica na Vila (parte histórica da Ilhabela). A comida é simples, bem saborosa e barata. Pedimos um prato que foi ótimo para nós dois.

Caminhamos um pouco pela Vila e pela praia, mas o tempo mudou e seguimos para nosso charmoso quarto para descansar.


Pier na Vila


Praia de Santa Tereza


Estava acontecendo na Vila o Festival de Jazz e pretendíamos ir à noite. Choveu muito, estávamos cansados, tínhamos nosso kit que levamos sempre: queijos, salame, frutas secas e vinho. Com aquela vista! Quem disse que queríamos sair?

Casa 658


2o. dia - sexta-feira

O dia amanheceu lindo! E esta foi a vista que tivemos da cama.

Casa 658


Tomamos um caprichado café da manhã preparado pelos proprietários da Casa 658.

Casa 658


Tínhamos a intenção de fazer uma trilha, mas decidimos visitar as praias que ainda não conhecíamos.

Praia Barreiros

Praia da Siriúba


Da Praia da Siriúba seguimos para a Praia do Jabaquara. Da estrada você avista a linda praia.

Praia do Jabaquara

Para conhecer a Praia do Jabaquara, você é obrigado a pagar R$ 10,00 para estacionar o carro cujo acesso é por uma propriedade particular. No caminho você atravessa um riozinho.

Caminho para Praia do Jabaquara


Não esqueça de passar muito repelente, pois o que passamos não adiantou nada. Saímos bem picados, sorte que não somos alérgicos e quer saber, desta vez não coçou nada.

A praia é bem bonita, vale a pena conhecer, mas o restaurante é muito caro, portanto não almoçamos por lá.


Praia do Jabaquara

Rio que desemboca na Praia do Jabaquara


Da Praia do Jabaquara para a Vila paramos na Praia Pacuíba que é linda também, mas os borrachudos estavam com tudo.


Praia Pacuíba

O almoço foi no Restaurante Manjericão, que é do mesmo dono do Cheiro Verde, porém é mais charmoso. O espaguete com lulas estava uma delícia.


Restaurante Manjericâo

Nesta noite choveu menos e fomos no Jazz Festival que acontece na Vila em um espaço coberto, com mesas e cadeiras. Gostamos!

Jazz Festival



3o. dia - sábado

Hora de voltar para casa. A ideia era caminhar pela manhã e depois pegar estrada.

Tomamos o delicioso café da manhã e engatamos um agradável papo com os proprietários da hospedagem e quando percebemos já havia passado das 10 h, mesmo assim caminhamos um pouco e logo depois partimos.

A travessia da balsa foi tranquila, o dia estava muito lindo e seguimos agradecendo por mais esta gostosa experiência.



Veja outra viagem que fizemos para a Ilhabela em dezembro de 2013.





terça-feira, 18 de outubro de 2016

CASA 658 - CHARMOSA HOSPEDAGEM EM ILHABELA.

A Casa 658 em Ilhabela é perfeita para quem, como nós, procura hospedagem mais reservada com quarto confortável onde possamos nos sentir em casa.

A propriedade, que fica em um condomínio bem conservado e com boa localização, conta atualmente, com a locação de duas suítes (a vermelha e a verde) com entrada independente da casa. Em breve a suíte azul estará pronta.

Casa 658


Devido a geografia do terreno acidentado, não é recomendada para pessoas com dificuldade de locomoção e para crianças. Não são admitidos animais de estimação.
Fumar não é permitido, tanto nos espaços internos quanto nos externos.


Suíte

Nós ficamos hospedados na suíte verde na área principal da casa que disponibiliza uma vista fantástica do Canal de São Sebastião. E quem disse que queríamos sair de lá!

Vista da suíte

A suíte é aconchegante e bem decorada onde cada detalhe foi pensado para proporcionar conforto. Possui ar condicionado, cofre, Wi-Fi,  tv de tela plana com pacote Sky, secador de cabelos e frigobar com água, cujo refil é trocado diariamente. As toalhas são macias e perfumadas.

Suíte
Suíte
Banheiro da suíte
Box da suíte
Pequeno escritório e frigobar
Entrada da suíte verde



Café da manhã

O caprichado café da manhã é servido tanto no quiosque aberto quanto na varanda da casa que possibilitam linda vista do Canal de São Sebastião e da piscina.

Café da manhã no quiosque

Café da manhã

Vista da área do café da manhã na varanda da casa


Área Social

Você pode usar toda área externa da casa como jardins, varandas, piscina, banheira de hidromassagem e chuveirão. Além disso, nos fundos do terreno há uma íngreme escadaria que te leva até uma pequena plataforma em alvenaria que possibilita uma vista mais ampla e contemplativa do canal e da encosta do morro.

Vista do alto do terreno

Banheira de hidromassagem


Localização

A Casa 658 fica no Morro de Santa Tereza próximo à Vila, na parte histórica da cidade. O preço para ter a felicidade de acordar com uma bela vista é o fato de estar no alto do morro.

Você acorda com esta vista


Nós gostamos muito de caminhar, mas subir o morro não é nada fácil, portanto, a recomendação é usar o carro para se deslocar, estacionar na parte baixa da rua e fazer o trajeto a pé para a Vila, que é perto.


Restaurantes

Na Vila há bons restaurantes para todos os gostos e bolsos. Nós experimentamos o Cheiro Verde, que é mais simples e o Manjericão, que é mais transado. Gostamos dos dois. Ambos são do mesmo dono e apresentam excelente relação custo benefício.



Bons momentos

Tivemos dias ensolarados, mas nos finais de tarde e durante as noites ocorreram chuvas leves, o que não atrapalhou em nada, pelo contrário, convidaram para uma boa leitura, contemplação e degustação de um bom vinho na varanda do próprio quarto.


Bons momentos


O melhor

Além da vista da suíte que nos proporcionou momentos especiais. A gentileza dos proprietários nos encantou. São educados, discretos, e têm boas experiências para compartilhar. Como nós gostamos de papear, conversamos muito.
Para nós, o melhor de uma viagem é conhecer gente e foi muito bom ter a oportunidade de estar com pessoas tão queridas.


Como reservar

No site da Casa 658 você encontrará um link para fazer a reserva através do Airbnb.



*Viajamos a convite da Casa 658 e neste post apresentamos nossa opinião da real experiência que tivemos.



Veja os 3 dias em Ilhabela.


quinta-feira, 6 de outubro de 2016

SÃO PAULO - EXPOSIÇÃO ZOO URBANO NO IBIRAPUERA.

O "Ibira", como carinhosamente os paulistanos chamam o lindo Parque do Ibirapuera, é um presente para a cidade de São Paulo. Eu simplesmente amo este parque. Quando estamos em São Paulo é no Ibira que fazemos nossas caminhadas e não cansamos de admirar tanta beleza.

Na Praça da Paz que fica dentro do parque está acontecendo a Exposição Zoo Urbano. São 22 esculturas feitas de materiais recicláveis que foram coletadas pela cidade.

Exposição Zoo Urbano - Parque do Ibirapuera

Veja algumas obras e o nome dos seus artistas:

Jaguar Gourmet - Leopoldo Martins

Tartaruga Cabeçuda - Fábio Souza

Polvo Polimérico- Fábio Benetti

Gorila Nanã - Sonia Costa

Tatú ando o mundo - Tida Ricco


A exposição é bem interessante e bonita. Fica a dica para levar a criançada e é gratuito.
Até 31 de outubro.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

SÃO PAULO - "A ARTE DE CRIAR COM LEGO"

Minha sobrinha de 6 anos e eu  fizemos uma rápida visita à Exposição “A arte de criar com Lego” do americano Nathan Sawaya que está na OCA (no Parque do Ibirapuera) até 30 de outubro.


The Art of the Brick


É uma delícia de passeio  não só para os pequenos, mas para os adultos também. Ficamos admiradas com as esculturas complexas e gigantescas. Como tia coruja, fiquei encantada de ver a maneira curiosa e divertida com que minha sobrinha apreciava as obras.


The Art of the Brick


The Art of the Brick


O artista recria obras de arte como  “O Pensador” de Rodin, "David" de Michelangelo entre outras.


The Art of the Brick


A pequena Yasmin gostou demais do enorme dinossauro de 6 metros de comprimento.

The Art of the Brick


No final da exposição há mesas com várias peças de Lego para as crianças soltarem a imaginação e criarem suas obras. 

The Art of the Brick


Para saber mais visite o site e aproveite para comprar o ingresso. Visitamos a exposição na sexta-feira passada e enfrentamos uma enorme fila, pois na bilheteria, que abriu exatamente às 11h, mesmo horário da exposição, só havia uma pessoa vendendo os ingressos.


FICA A DICA
Até 30 de outubro
Endereço: OCA do Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, portão 3
Horários: terça a domingo – 11 às 20h
Entrada: R$ 20,00 (inteira)