Páginas

Para nós viajar é descobrir culturas, pessoas, sabores, cheiros, paisagens, hospedagens, restaurantes,
lugares, amores. Adoramos compartilhar estas descobertas.
Esperamos que nossas dicas possam ajudar vocês na elaboração da sua viagem.

segunda-feira, 20 de março de 2017

SALA SÃO PAULO UM ESPETÁCULO.

Estava em nossos planos há muito tempo fazer uma visita monitorada na Sala São Paulo, que é sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, até que desta vez deu certo.  É um belo e interessante programa.


Entrada da Sala São Paulo


A Sala São Paulo é patrimônio histórico e foi inaugurada em 1999 onde era o prédio da Estrada de Ferro Sorocabana.


Um pouco da história

A construção da Estrada de Ferro Sorocabana foi concluída em 1938, ao seu redor foram erguidas mansões dos barões do café, período áureo da cultura cafeeira. A região ganhou o nome de Campos Elísios, referência a Champs-Élysées - Paris. Hoje,infelizmente, é uma região degradada.

Para revitalizar o local, foi planejada a construção da Sala São Paulo no jardim interno do prédio da antiga estação de trem.  No entorno estão alguns museus: Pinacoteca, Língua Portuguesa (que está em reconstrução após o incêndio de 2015) e Arte Sacra.

A Sala São Paulo é a maior sala de concerto da América Latina que dispõe de um teto que se movimenta, alterando o volume da sala e possibilitando uma acústica perfeita adequada a cada apresentação, além de ser uma das mais belas do mundo.


Sala São Paulo


Alguns lindos detalhes:


vitrais originais da Estrada de Ferro Sorocabana


pisos originais da Estrada de Ferro Sorocabana com alusão ao café


FICA A DICA

A visita monitorada demora aproximadamente 45 minutos e é preciso agendar. Fone 11 3367.9573.
De segunda a sexta - R$ 5,00 / sábado e domingo - gratuito

Concertos matinais aos domingos (11h) são gratuitos, é preciso retirar convite durante a semana e a procura é enorme.

Ensaio aberto é possível assistir com ingresso R$ 10,00 - quinta-feira às 10h.

Antes de ir à Sala Sao Paulo, visite o site e confirme a programação.

terça-feira, 14 de março de 2017

PASSEIO PELA ESTRADA VELHA DE SANTOS.

Nossa ideia inicial era fazer uma trilha na Serra do Mar, liguei para Fundação Florestal e decidimos fazer a trilha Caminhos do Mar que é um  Roteiro Histórico Cultural pela Estrada Velha de Santos.




O passeio é bem interessante, pois fomos acompanhados por dois ótimos monitores que explicaram a história dos monumentos, da estrada relacionando o momento histórico do país. .


Monitor 


A primeira parada foi no Pouso Paranapiacaba que está mal cuidado e é lastimável como nossos monumentos históricos não são preservados.


Pouso Paranapiacaba

Neste monumento há um painel de azulejos que retrata as estradas existentes na época. Foi o período do presidente Washington Luis que tinha o lema "Governar é abrir estradas".


Painel de azulejos no Pouso de Paranapiacaba


No caminho os monitores comentam sobre a fauna e a flora da Mata Atlântica, bem como sobre a evolução geológica da Serra do Mar. Pela época do ano tivemos a oportunidade de comer araçá (lembra uma goiabinha) e maracujá do mato, frutas da flora brasileira.


Estrada Velha de Santos


O ponto alto é a Calçada da Lorena que foi a primeira ligação pavimentada entre São Paulo e Santos. Foi construída no final do século XVIII.

A caminhada vai até o Rancho da Maioridade, outro monumento que também está mal cuidado. Daí você retorna para o início da estrada.


Rancho da Maioridade

Gostamos muito, pois tivemos a sorte do dia estar lindo e claro e com isto curtimos paisagens maravilhosas. Os monitores são ótimos e sempre temos o que aprender. É um bom passeio para crianças, desde que gostem de caminhar.
Lamentamos pela falta de preservação dos monumentos. Os banheiros da entrada apesar de novos, estão sem manutenção e limpeza.



FICA A DICA

É preciso agendar, com no mínimo 7 dias de antecedência.  Ligue para 11 2997-5000 ramal 356 ou envie um e.mail para agendamentocaminhosdomar@gmail.com

Valor: R$ 28,00 por pessoa. Meia entrada para estudantes, devem apresentar documento com foto e data.
Isenção de Pagamento: crianças menores de 12 anos, idosos acima de 60 anos, professores da rede pública estadual e municipal, pessoas com deficiência e guias de turismo cadastrados no Cadastur e Embratur.

Percurso: 9 Km (ida e volta), a caminhada demora cerca de 4 horas.

É preciso levar lanche e água.

Há um carro de apoio que acompanha o passeio.





segunda-feira, 6 de março de 2017

4 DIAS EM CARAÍVA - BA

Esta viagem surgiu como um presente, sim um presente de aniversário de casamento que nos demos! Aliás quando é possível, comemoramos tudo com viagens. E esta não foi planejada, o Universo conspirou mais uma vez: bastou uma consulta no nosso programa de milhagens para ver que havia uma promoção para Porto Seguro. Para contribuir com a decisão, uma querida amiga que trabalhou comigo há alguns anos, montou uma pousada com seu marido em Caraíva e havia quarto disponível para a data. Pronto! Presente de aniversário de casamento providenciado. E assim embarcamos em mais esta viagem.

Confesso que depois que fechamos aéreo e hospedagem, me bateu um certo arrependimento após ler alguns comentários, ver  custos como traslado e alimentação. Geralmente, pesquiso muito sobre um destino antes de fechar. Mas desta vez, foi por impulso e garanto que valeu cada centavo, foi um dos lugares mais lindos e mágicos que conhecemos. Vá sem medo de ser feliz!


Caraíva
Caraíva é uma charmosa vila que está em uma península no sul da Bahia. É cercada pelo Rio Caraíva, pelo mar e por uma reserva indígena dos Pataxós. É  tombada pelo Patrimônio Histórico. Para chegar é preciso atravessar o rio de canoa. As ruas são de areia fofa, há luz somente nas casas e é proibido carros. 


Como Chegar

Do aeroporto de Porto Seguro, seguimos com o Batista, excelente motorista e que conhece muito bem o trajeto. Mesmo no trecho asfaltado, está repleto de buracos e tem má sinalização, sobretrudo após Trancoso, que, além da estrada ser de terra, a quantidade de buracos e pontos de atoleiro aumenta devido às chuvas da época.  Foram quase 2 horas do aeroporto até a margem do Rio Caraíva. Viajamos à noite e o Batista nos conduziu com segurança e muita simpatia. Anote aí o fone do Batista: 55 73 98124-7840 – A melhor maneira para se comunicar com ele  é através do WhatsApp.







Para atravessar o rio, é cobrado R$ 5,00 por pessoa. Chegamos à noite e foi lindo cruzar o rio debaixo de um céu muito estrelado, ouvindo histórias de pescador entre o barqueiro e um morador que também atravessou conosco.

Você poderá contratar uma carroça puxada por mulas para levar suas malas até a pousada -  R$ 30,00, caso não queira carregá-las nas costas, pois, como as ruas são de areia fofa, não adianta usar as rodinhas. As carroças ficam estacionadas no ponto de desembarque da canoa.
Nós fomos de mochila e foi excelente!  Eu amei, pois, desde que fizemos o Caminho de Santiago de Compostela, não usei mais a minha querida mochila.






Hospedagem

Há muitos tipos de hospedagens  em Caraíva: camping, pousada, hotel, aluguel de casa e outros.

Nós ficamos na Pousada Estrela do Mar que tem uma localização um pouco mais afastada do centrinho e isto é bom, pois você terá uma noite tranquila. Em Caraíva tudo é perto.

Pousada Estrela do Mar

A pousada possui 10 quartos, é simples e bem cuidada. O quarto é grande e limpo, há um frigobar que você pode abastecer em um mercadinho bem próximo. Não há TV no quarto e não fez falta. Tem ar condicionado, ventilador de teto e wi-fi gratuito. 


Pousada Estrela do Mar

O café da manhã é bom e é servido no jardim que é muito bonito.  Os proprietários são extremamente gentis e dão dicas preciosas.


Pousada Estrela do Mar
Quando chegamos na pousada, comentamos que era nosso aniversário de casamento. Não podemos deixar de agradecer a gentil surpresa que fizeram para nós. Muito obrigado Paty e Felipe pelo carinho!

Faça sua reserva de hospedagem no Booking pela página do blog. Você não pagará nada a mais.


Gastronomia

Há vários restaurantes para todos os gostos e bolsos. Conhecemos alguns e gostamos.

Fomos duas noites. Na primeira  eu pedi um sanduíche de abobrinha e o Rê um prato com cupim. Ambos estavam deliciosos. Na segunda noite eu fui de salada e o Rê de sanduíche de rosbife, todos saborosos e bem apresentados. O atendimento é bom. Aqui também experimentamos o Netuno, uma bebida regional composta de cachaça e gengibre, que lembra coca-cola sem gás ou Biotônico Fontoura pros mais vividos. Tem que ser tomada com bastante gelo!!!!

Cachaçaria Caraíva

Cachaçaria Caraíva


Barra Velha
Este restaurante nos encantou não só pelos gostosos pratos, mas também pelo atendimento especial. Jantamos duas noites neste restaurante. Experimentamos o arroz de polvo, uma salada super gostosa e ceviche de atum.

Restaurante Barra Velha

Restaurante Barra Velha


Não poderíamos deixar de experimentar o pastel de arraia que realmente é muito bom. O restaurante fica na beira do rio e é charmoso. Ótimo atendimento.

Boteco do Pará

Bar da Praia
Agradável espaço de frente para o mar, onde você pode utilizar os confortáveis assentos, desde que consuma. Pedimos dadinhos de tapioca que estavam bem gostosos e a cerveja é bem gelada.

Bar da Praia


Restaurante Vila do Mar
Gostamos muito. Fica na pousada de mesmo nome e está de frente para o mar, sem estar na areia. O atendimento é excelente, comemos uma deliciosa carne de sol com cubos de mandioca e ainda pedimos umas bruschettas.



Restaurante Vila do Mar


Em Corumbau - Restaurante Canal do Pampo, conhecido como Restaurante da Goinha

Este restaurante é conhecido por ter o melhor arroz de polvo da região, claro que pedimos, realmente é muito bom e ficamos ainda mais felizes por não ter coentro!!!  O atendimento é excelente. Pedimos também caipirinha de mangaba que estava deliciosa.



Restaurante da Goinha


Como foram nossos dias em Caraíva

1º. dia – segunda-feira -  Caminhada até Praia do Espelho

Mesmo com um dia prometendo chuva, decidimos ir a pé até a Praia do Espelho que está a 9 Km de Caraíva. A ideia era ir caminhando e voltarmos de ônibus ou táxi. Detalhe: o ônibus passa às 17h e da Praia do Espelho até o ponto do ônibus são 3 Km.

De Caraíva precisamos cruzar o rio e como a maré estava alta, atravessamos na canoa. Pagamos R$ 5,00 por pessoa.


Travessia do Rio Caraíva

Daí seguimos por lindas praias desertas.  

A caminho da Praia do Espelho


Dicas:
Usamos sapatilhas náuticas para esta caminhada, pois protegem os pés e podem molhar naturalmente.  Esqueça o tênis, é muita areia. Vá de chinelo. Aliás, o chinelo não pode faltar em Caraíva, é o melhor calçado para usar de dia e de noite.

Caminhei boa parte só de biquini, no caminho dei conta que não posso fazer isto devido as coxas grossas.  Lembrei do protetor solar que tinha na minha pochete, sim eu uso pochete!!! *r*. Na pochete também tinha um tubinho de manteiga de cacau que passo nos lábios, neste momento descobri que é excelente para passar nas coxas, para que elas não fiquem machucadas quando uma encosta na outra. Se você é como eu, entende o que eu estou falando. Santa manteiga de cacau!!!

Após caminhar 3 Km, você chegará no Bar do Athaide em Satu. Paramos para tomar água de coco e descansar. Conversamos com o Athaide e a Maria. Ele nos disse que poderia nos levar para Caraíva por R$ 20,00 cada um, caso ficássemos cansados na caminhada de volta. Vale a pena experimentar as cachacinhas curtidas no coco ou em ervas! Meu marido provou todas!!!

Bar do Athaide


Passando o bar,  você chegará na linda Lagoa do Satu de água doce e morna. Uma delícia!

Lagoa do Satu

Um pouco mais adiante está a lagoa de água salgada, outra maravilha.

Lagoa de água salgada

Em seguida subirá as falésias e a vista do alto é demais!


Vista de cima das falésias  - caminho para Praia do Espelho


Mesmo tendo subida e descida de morros, andar nesta trilha da mata foi bem mais fácil que caminhar pela praia. Há indicações e não tem como se perder. A trilha te levará para praia novamente e logo você avistará os restaurantes da Praia do Espelho.

Dizem que a Praia do Espelho é uma das mais bonitas do Brasil, mas se você fizer esta caminhada, verá que as praias por onde você passa também são muito mais bonitas. Que bom que nós temos disposição e assim fomos premiados com tanta belezura.

Como não somos de ferro, paramos em um restaurante, descansamos e almoçamos um peixe que estava muito bom, mas ficamos conversando com ele a tarde toda. Não é nada barato comer na Praia do Espelho.

Almoço na Praia do Espelho


Não achamos difícil o caminho, então resolvemos voltar a pé para termos a oportunidade de entrar nas lagoas novamente. 


Pelo caminho

Lagoa salgada


Chegamos em Caraíva no final da tarde e ainda tivemos o prazer de ver o lindo pôr do sol no Rio Caraíva.


Pôr do Sol no Rio Caraíva



 2º. dia -  terca-feira - Dia de descanso na praia

A praia fica uns 5 minutos a pé da pousada. Neste dia ficamos no Bar da Praia, onde há uns colchões para você ficar curtindo, é um local muito agradável e  há ducha e banheiro. Claro que você terá que consumir. O único “senão” para nós, foi a música que achamos alta, no entanto, a seleção é muito boa.  

À tarde fomos ver o sol que se põe no rio.





 dia – quarta-feira - Conhecer Corumbau
Para ir até Corumbau que é um município de Prado, você poderá caminhar 12 Km, ou contratar um bugue em Caraíva. Somente os índios Pataxós é que podem ser bugueiros. O Felipe (proprietário da pousada) agendou o passeio para nós. Fomos com o Nei que é um cara muito legal e nos contou muitas histórias interessantes. Ele nos levou até o Rio Corumbau e para atravessá-lo em direção dos restaurantes de praia, pagamos R$ 5,00 por pessoa. 

Travessia do Rio Corumbau

Seguimos andando até o Restaurante da Goinha e lá ficamos confortavelmente instalados em umas cadeiras de frente para um marzão calmo e com águas mornas. Aproveitamos para caminhar um pouco pela linda praia deserta.

Cadeiras do Restaurante da Goinha
Na nossa inocência, dissemos ao Nei para nos buscar às 14h. Foi só atravessar o rio que decidimos ficar mais tempo, então pedimos para que um guia avisasse o Nei para nos pegar por volta das 15h30. Se você for fazer este passeio, fique até tarde e curta este paraíso.  Até  eu que não sou amiga de mar não queria sair da água.
Corumbau

No retorno a Caraíva, o simpático Nei nos levou nas piscinas naturais, fomos conhecer a aldeia onde vive e ficamos muito gratos por ele ter nos contado um pouco da sua história. Também nos ofereceu duas gostosas frutas para experimentarmos: mangaba e coquinho do xandó, que foram colhidas durante o passeio. Nos levou para conhecer seu pai que cuida de um cantinho turístico em Caraíva: Prainha.

Passeio de bugue

Piscinas naturais

Ficamos admirados com a organização da aldeia: casas de alvenaria, escolas, posto de saúde, quadra poliesportiva e tudo limpo.

Escola indígena

Prainha

Este passeio é imperdíve!  Se quiser fazer com o Nei é só entrar em contato por 
WhatsApp   55 73 9812-9521.

4º dia - quinta feira - Dia de curtir a praia
Desta vez fomos na Pousada e Restaurante Vila do Mar que é maravilhoso. O Felipe  sempre indica este restaurante para os seus hóspedes. O lugar é lindo e o atendimento é 10! Desde que você consuma, você pode até usar a piscina da pousada. Passamos bons momentos neste lugar para finalizar nosso último dia em Caraíva.


Pousada e Restaurante Vila do Mar

Pousada e Restaurante Vila do Mar

Noite em Caraíva

Toda noite nós fomos para o centrinho para jantar, mas não conseguimos ir ao forró, pois começa muito tarde. É anunciado que começará às 23h, você chega no local e ainda estão arrumando. Dizem que geralmente começa por volta da 1 hora da manhã. Muito tarde para nós.

O espetáculo ficou por conta das estrelas, caminhar sob um céu estrelado é de emocionar!!!


Este lugar é chamado de "Quadrado de Caraíva"

Pelas ruas de Caraíva







Estes dias em Caraíva nos proporcionaram momentos inesquecíveis, sobretudo para nós que gostamos de caminhar. Nos permitimos curtir a praia sem pressa, deitados em uma sombra. Nadamos no mar, no rio e nas lagoas. Contemplamos um céu estrelado maravilhoso. Papeamos com nativos, com pessoas que estavam de passagem, com pataxós, com jovens e idosos. Todos muito simpáticos. Comemos muito bem. Andamos descalços. Não assistimos TV. Sobrevivi sem secador. Só não dançamos forró, porque começa muito tarde. Imensa gratidão por ter tido mais esta experiência.
Até breve Caraíva!



Fechando as contas 
Passagens => emitimos com milhagem
Traslado aeroporto Porto Seguro - Caraíva ida e volta => R$ 600,00
Travessia rio => R$ 60,00 - fizemos 6 travessias cada um
Passeio Corumbau => R$ 150,00 (casal)
Hospedagem => R$ 1.200,00
Alimentação => R$ 1.100,00 
TOTAL : R$ 3.110,00






quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

BROTAS - TURISMO DE AVENTURA

Brotas está localizada no interior do Estado de São Paulo e foi a primeira cidade do Brasil a criar uma lei específica de Turismo de Aventura.

Eu já estive em Brotas há muitos anos, mas meu marido não conhecia. Desta vez meus queridos cunhados (Lú e Edu) viajaram conosco.

Parque dos Saltos 


Como Chegar

De São Paulo para Brotas são aproximadamente 250 km por excelentes rodovias: Bandeirantes e Washington Luis.


Melhor Época

É possível ir no ano todo. Eu prefiro o verão, pois acredito que as águas estão menos geladas.


Hospedagem
A oferta de hospedagem é grande. Nós preferimos nos hospedar no centro da cidade para não ter que sair de carro para almoçar e jantar.

Ficamos na agradável  Pousada Villa do Conde que está muito bem localizada. Esta era a casa do bisavô do proprietário da pousada.

Pousada Villa do Conde

O atendimento dos funcionários é excelente, os quartos são ótimos com um chuveiro fantástico e o café da manhã é muito bom. Sem contar que no estacionamento tem uma enorme jabuticabeira onde eu me deliciei. Gostosa lembrança de infância: comer a fruta no pé!


Quarto da Pousada Villa do Conde

Café da manhã da Pousada Villa do Conde


Na pousada há uma piscina bem gostosa, onde pudemos nos resfrescar nos finais de tarde, pois a cidade é bem quente.


Piscina Pousada Villa do Conde


Há alguns detalhes que não prejudicaram nossa estadia, mas  seria muito bom se o ar condicionado e a TV dos quartos fossem substituídos por equipamentos mais modernos.


A Cidade

É bem bonita e limpa. Os casarões são conservados e charmosos.

Brotas-SP


O Cine São José foi reformado e também é um teatro, obra do cantor Daniel, que zela pela cidade e é muito querido. O "Daniel" está em muitos cantos da cidade *r*.




Cine São José

Um lugar bem legal para comprinhas é a Casa da Cachaça que além da cachaça tem doces, queijos, linguiças, salames, café e tantas outras gostosuras. No fundo da loja tem o Museu do Caipira. Vale a pena visitar e prosear um pouco com o dono e funcionários.


Casa da Cachaça- Brotas-SP

Casa da Cachaça - Brotas-SP




Restaurantes

O almoço foi no Restaurante Camillo que é por quilo. Comida boa, ambiente agradável e simpático atendimento.

Restaurante Camillo


A noite nós fomos no Brotas Bar que é bem gostoso. Experimentamos as deliciosas coxinhas, peixe empanado e bolinho de queijo coalho. O atendimento é excelente e não é barato.

Brotas Bar 

Brotas Bar

Na segunda noite fomos no Brotas Beer para experimentar a cerveja artesanal da região. O marido e meus cunhados gostaram, eu não gosto de beber. Também pedimos um bolinho de carne com cevada que estava bem saboroso. O atendimento foi muito bom e não é caro.

Brotas Beer



Agora sim, vamos falar dos Passeios

A cidade é referência em Turismo de Aventura, há muitas empresas que oferecem os passeios.  Nós fechamos o rafting com a Território Selvagem Canoar. Confesso que fiquei assustada com os preços e não adiantou chorar. Vá preparado, pois além do rafting há tirolesa, bóia cross, canionismo e muitas outras aventuras que podem pesar bem no bolso. O ideal é você pesquisar antes de ir e solicitar orçamento, se você fechar um pacote antes, há um desconto.




Na Território Selvagem Canoar, há banheiros, vestiários, armários e local para descansar.




Rafting

Passeio fantástico, equipe nota mil. Os instrutores são educados, engraçados e superprofissionais. Após o rafting eu achei que foi justo o valor cobrado. Sensacional!
Agradecimento a toda equipe e especialmente ao Junior que foi nosso instrutor.


Nosso grupo


Lú e Edu


Marido no rio


Cachoeiras

Há muitas na região e algumas com infraestruturas: banheiros, vestiários, piscinas e restaurante. É para passar o dia todo e custam em torno de R$ 60,00.

Nós optamos em conhecer a bela Cachoeira do Astor que é a mais distante da cidade.
Pagamos R$ 30,00 por pessoa. É fácil chegar na cachoeira, tem corrimão nas escadas e o simpático Sr Tito que cuida da cachoeira e orienta os visitantes. Mesmo assim, não justifica cobrar R$ 30,00.


Trilha para Cachoeira do Astor

Cachoeira do Astor

Ficar debaixo da queda d´agua é para fortes e corajosos, não é o meu caso *r*. Além da água gelada, o vento é muito forte.


Cachoeira do Astor

Cachoeira do Astor

Em nossas viagens por aí gostamos muito de ter liberdade para descobrir lugares e conhecer pessoas.

Infelizmente em Brotas não desfrutamos desta liberdade, é um turismo engessado, onde qualquer passo dado tem que ser monitorado por uma empresa, por um guia e tudo custa caro . É um modelo que provavelmente está dando certo e com isto gera empregos e renda para a cidade.

Deixamos aqui nossa gratidão por nos receber e proporcionar boas experiências.


Fechado as contas

Combustível - R$ 200,00
Pedágios -  R$ 71,50
Hospedagem - R$500,00 (2 diárias)
Alimentação - R$ 300,00 (casal)
Rafting - R$ 232,00 (casal)
Cachoeira - R$ 60,00 (casal)

Total 1.363,50